O que falar dessa edição? Digamos que não foi totalmente como eu esperava, mas essa coisa de vampiros querendo pegar mocinha, ser velho e precisa se alimentar de muitas pessoas é meio clichê... Porém, ela tornou esse "clichê" em algo mais legal.

A história pra mim foi centrada apenas em descobrir o que esse energético causa e um romance que não existe (ainda, talvez) da Magali e o Cascão. Desde a edição 67 é o que vem mais se tratando nas edições de cotidiano é isso.

Eu não tenho muito o que falar dessa edição, não por falta de conteúdo, e sim pois vim aqui pra falar apenas sobre uma coisa que talvez possa acontecer...

Vocês devem saber que falta alguns meses pra chegar na edição 100. A partir daí eu pensei que  nesta edição eles iriam juntar de volta a Mônica e o Cebola, p-o-r-é-m ao pensar novamente, será mesmo que a MSP iria trazer uma coisa tão óbvia? Continuei querendo saber o que possivelmente estariam querendo trazer para a edição 100 de especial, e cheguei a uma hipótese...

Perceberam que na edições em que Magali e Cascão conversavam eles sempre em algum momento trazia uma  pitada de romance entre eles? Pois bem, será que a MSP não quer juntar os dois na edição 100? Pois essa edição 89 me mostrou que o Cascão não se importa muito com a Cascuda como antes. Dava claramente pra ver que ele não desgrudava os olhos da Magali. E porque ficar com raiva porque o outro rapaz estava olhando pra a Maga? Quem devia ficar assim era o Quim, não? E logo no final da edição o Cascão se importou mais em saber se a Magali estava bem, do que sua própria namorada. Eu não sei ao certo se a Magali gosta dele, mas tá na cara que o Cascão gosta dela. (Isso é só uma hipótese mesmo.)

Voltando a falar do tema central da edição... Que energético em? Deixar as pessoas naquele estado de agitação e determinação, mas após ficar parecendo um demônio de tão chato. Exemplo disso foi a Mônica, que falou muitas coisas ruins pra a sua melhor amiga... E o Cebola? Bateu no Do Contra? Como assim?

Nessa edição eu vi um... digamos... amadurecimento na TMJ. Por quê? Pelo fato da agressão física alta (Mas já vem tendo isso desde Umbra), quando aquele homem tentou fazer algum mal pra a Magali e o vampiro chegou para interferir (Essa parte realmente, o que iria acontecer se não tivesse chegado alguém ali? Ele ia bater nela ou iria fazer alguma maldade a mais? Isso mostra que uma moça ultimamente não pode andar sozinha que já vem uns ******* feito esse cara da revista querendo aprontar com ela... ai ai) outra morte, que eu nem ligando mais estou, porém ainda é relevante pra a TMJ. Enfim, é bom ver a TMJ amadurecendo, não pela forma da maldade e agressões, mas pelo fato de que futuramente eles possam retratar de assuntos mais sérios que acontece no mundo.

A edição ficou muito boa, e não fiz nenhum desenho pois consegui comprar a edição ontem, li ela só uma vez e nesse momento ela está longe de mim, não dá pra alongar muito isto aqui.

Quer uma crítica mais detalhada? acesse o link do TMJ do Meu Jeito:

- http://tmjdomeujeito.blogspot.com.br/2016/01/tmj89-sangue-fresco-criticas.html

{ 16 comentáriosComment }

  1. Quando eu vi a capa, do nada me lembrou do Ivan, o vampiro que na infância queria namorar a Mônica. E quando li a edição, não acreditei que o nome do vampiro que estava afim da Magali, tambem se chamava Ivan ;-; (Eu falei sobre isso do Ivan da turminha em um post antigo seu)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, também percebi isso. Não sei se eles queriam fazer algum tipo de referência, mas seria legal se fosse o mesmo vampiro que apareceu na turminha...

      Excluir
    2. O vampiro que queria namorar a Monica se chamava Vampolfo.

      Excluir
    3. Mas é o do episódio Um Amor dentuço?

      Excluir
    4. Na HQ ele se chamava Vampolfo, quando adaptaram pra desenho animado trocaram pra Ivan.

      Excluir
  2. Antes eu achava que iam usar a ed. 100 pra juntarem de novo a monica e o cebola, mas acho que vai ser uma aventura envolvendo os quatro. Pra falar a verdade, seria mais justo assim do que dar espaço pra uma história de um único casal. Não é todo dia que se chega ao número 100.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, seria ótimo. Afinal a edição número 1 começou assim, os quatro principais em uma saga. Que também ficaria legal uma saga da 98 que terminaria na 100.

      Excluir
    2. Ainda acredito que a edição 100 será usada pra reatar Mônica e Cebola,mas com uma história que envolva além deles,o Cascão e a Magali.

      Excluir
  3. Críticas ótimas!

    E eu particularmente acho que a coisa meio que se encaminhou para: Cascuda gosta de Cascão, que gosta de Magali, que gosta de Quim, que também gosta de Magali. Só fico com um pouco de pena da Cascuda, mas que seja. :P

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Quanto ao murro dado pelo Cebola no do contra,isso era algo que ele já tinha vontade mesmo de fazer há algum tempo,com ou sem o efeito da droga contida no energético,mas que nunca o fez,por motivos pra lá de óbvios(Partir pra porrada com o do contra nessa altura do campeonato faria obviamente com que o Cebola sepultasse definitivamente toda e qualquer chance de reatar com a Mônica e de quebra,sepultaria de vez também a amizade com ela que ele recuperou as duras penas.)

    E como a Mônica também estava sob o efeito da droga contida no energético,Cebola se sentiu bem mais a vontade para dar aquela porrada bem dada no do contra sem medo de nada.

    Até porque com a Mônica no estado normal dela,ele não iria ser burro e louco o bastante pra meter a porrada no do contra.

    E a Mônica também não iria esculachar o do contra por ter se recusado(ou seria ter arregado?)a revidar o murro do Cebola e muito menos ter sido tão rude,ríspida e grosseira com a Magali em seu estado normal.

    ResponderExcluir
  6. O murro dado pelo Cebola no do contra e a reação da Mônica, esculachando o do contra, chamando ele de covarde por não ter revidado o murro que o Cebola aplicou nele foram pra mim as únicas coisas que foram boas nessa edição.

    Por mim,não daria mais que uma nota 4 pra essa edição. Mas com o murro do Cebola e o esculacho da Mônica no do contra,esa nota passaria pra 5,5.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não gostei dessa edição pelos fatos:

      1 - Capa horrível.
      2 - História sem conclusão plena, ficou algo mais parcial...
      3 - Deram um clima de que o vampiro vai voltar, mas se fizer como todos os outros personagens secundários que apareceram e ninguém nunca mais viu rastros era melhor ter ficado sem mesmo...
      4 - Mônica e Do Contra (Sim, não gosto do casal)
      5 - O Cascão ficar com esse mimimi todo pra Magali...

      Excluir
  7. Concordo com o fato da edição 100 abordar o Cascão e a Magali e não só a Mônica e Cebola , e ja imagino até que vai envolver a DINAMICA em algum caso que envolva a Terra e espaço , com certeza uma grande aventura que culminara em tudo que o quarteto acredita , tanto fisica e emocional

    ResponderExcluir